Entenda as emoções dos seus compradores

Última atualização: 27/03/2020

No marketing é essencial focar nos resultados, nas métricas e no crescimento. Criar campanhas de sucesso, com aumento de vendas e satisfação dos clientes, significa que fizemos bem as coisas :).

Porém, os seus clientes têm prioridades muito diferentes: estão pensando em si mesmo e fidelizá-los requer mais do que uma simples análise de dados.

O cérebro humano e as emoções


Recentemente, neurocientistas descobriram um vínculo direto entre a tomada de decisões e o hipotálamo (a parte do cérebro que gera emoções). Nessa investigação, eles afirmam que “as emoções constituem motores potentes, generalizados e previsíveis para a tomada de decisões”, segundo a Annual Review of Psychology.

Agora que sabemos que apelar para a emoção dos seus clientes ajuda a racionalizar as suas decisões de compra. Como vendedor, o seu trabalho é colocar esse conhecimento em prática.

Como converter os seus clientes com objetivos emocionais


A segmentação emocional combina dois fatores: compreender os gatilhos emocionais do público e aplicá-los na sua estratégia comercial.

Você deverá dedicar parte do seu tempo para conhecer os seus clientes: quem são, em que estão interessados e onde estão convertendo. Para responder a essas perguntas você terá que descobrir as identidades, motivações e gatilhos emocionais dos seus clientes.

Não é simples, mas veja algumas dicas:

  • Use pixels de rastreamento para coletar os dados e encontrar a audiência dos likes nas plataformas como Facebook e Twitter. Os pixels de rastreamento são um gráfico que é baixado quando um usuário visita um site ou abre um e-mail e você pode usá-lo para monitorar as suas ações específicas. 
  • Supervisione e classifique os comportamentos dos compradores com aplicativos integrados pagos, como Segment e Heap, que permitirão conhecer as reações dos seus clientes em tempo real.
  • Analise as métricas de rendimento em múltiplos canais por meio de aplicativos visuais como o Autopilot Insights.

Uma vez que tenha estabelecido as bases e identificado os seus clientes, você estará mais preparado para capturar as suas emoções.

Não pense em você, pense neles

Quando criar uma ação comercial, saiba o que tem para você: vendas, conversões, novos interessados.

Mas e o que tem para os seus clientes? Eles não vão se converter automaticamente. Pergunte por que os seus clientes escolheram você. Apele para as suas emoções e dê uma razão para que se inscrevam na sua newsletter, que usem o seu produto ou comprem de você.

Para fidelizar os seus compradores entenda quem eles são, o que gostam e o que desejam. #CustomerFirst

Deixe seu comentário