Dropshipping

Dropshipping: como começar e se vale a pena para o seu negócio

Última atualização: 13/09/2021

Dropshipping é uma modalidade de venda usada no varejo, na qual o vendedor não tem estoque. Nesse caso, ele funciona como um intermediário ao anunciar os produtos, sendo responsável por escolher cada item que vai colocar no site, definir preços, cuidar das vendas e do atendimento e enviar os pedidos ao fornecedor.

Dropshipping

Após a compra, todo o processo de entrega é feito diretamente pelo fornecedor original desse produto, que tem a função de estocar, embalar e enviá-lo para o cliente. 

Se você está pensando se esse modelo vale para vendas no marketplace, a resposta é sim. Você pode vender no Mercado Livre sem ter estoque. Explicamos tudo abaixo:

Vantagens e desvantagens do dropshipping

Agora que você já sabe o que é dropshipping, é importante entender as vantagens e desvantagens desse modelo: 

Vantagens

A primeira vantagem é que esse modelo de negócio é de baixo custo inicial, pois o vendedor paga apenas aquilo que vende. Além disso, o empreendedor não arca com o valor de manutenção do estoque ou com funcionários e tem a possibilidade de oferecer uma variedade maior de produtos.

Outro ponto a se considerar é que o vendedor não precisa de um espaço físico de armazenamento e pode testar a venda de novos produtos sem ter gastos extras.

O benefício para o fornecedor é que ele não precisa focar no gerenciamento de um e-commerce e não tem custos com publicidade, por exemplo. 

Desvantagens

Falando agora nas desvantagens, uma delas é que o vendedor depende totalmente do fornecedor e não tem nenhum controle sobre os envios. Ou seja, se tiver algum problema com a entrega, a reputação do vendedor é que estará em jogo. 

Outra desvantagem é a competição com milhares de outros vendedores, o que pode obrigar a baixar os preços e ter uma margem de lucro menor. Além de uma possível falta de suporte por parte do fornecedor e demora no reembolso.

 

Processos básicos do dropshipping

Essa modalidade é formada por 4 passos básicos:

1.Vendedor importa lista de produtos do fornecedor

Vendedores (e-commerce) e fornecedores (fábricas ou distribuidores) firmam um acordo para começar a parceria. É nesse momento que o vendedor escolhe os tipos de produtos que vai vender. 

Nessa etapa é importante ficar atento ao sortimento de produtos e se o fornecedor atende à demanda do e-commerce, além da logística, já que você precisa ter bem claro em quais regiões ele realiza as entregas.

2.Vendedor anuncia no e-commerce ou marketplace

Após atrair os clientes, o vendedor começa a vender de fato. É essencial investir na divulgação, gerenciar as vendas e oferecer canais de atendimento para os compradores.

3.Vendedor envia os pedidos para o fornecedor

Com a compra aprovada, o vendedor envia a ordem de compra para o fornecedor faturar esse pedido.

4.Fornecedor entrega

Após a solicitação do pedido pelo vendedor, chegou a hora do fornecedor embalar e enviar o produto para o comprador.

Nessa etapa o vendedor recebe o código de rastreamento e o disponibiliza para o comprador acompanhar o status da entrega.

Como começar a usar o dropshipping

Processo entendido, agora é o momento de saber como começar o dropshipping no seu negócio. 

Escolha a categoria

A primeira coisa é definir o que você vai vender. Sim, parece meio clichê, mas é importante fazer uma pesquisa de mercado para entender se o que deseja oferecer tem boa saída, quais são as tendências e a possibilidade de lucro com determinados produtos.

Se identificar com o que vende não é uma regra, mas pode facilitar na hora de passar as informações sobre o produto.

Analise a concorrência

Um ponto fundamental é analisar a concorrência para conhecer quem vende produtos iguais ou similares aos seus e, assim, elaborar uma estratégia de venda.

Navegue em sites de busca, como o Google, cheque as redes sociais e use ferramentas de análise, como Mercado da Real Trends, para facilitar essa busca. 

Busque bons fornecedores

Selecione muito bem o fornecedor que irá atender o seu negócio. Verifique as taxas, os preços, se ele vende no atacado.

Entre em contato com aqueles que julgou serem os melhores fornecedores de dropshipping e tire todas as suas dúvidas. Uma sugestão é optar por trabalhar com mais de um fornecedor, assim você não fica na mão caso um deles tenha algum problema. 

Os fornecedores podem ser nacionais ou internacionais. Avalie os custos de cada um para saber o que vale mais a pena para o seu negócio.

Tenha um canal de venda

Abra a sua loja online ou aposte nas vendas pelas redes sociais. Pense no nome e no logo da sua marca e adquira um domínio online (o endereço da sua loja). Outra opção também é vender pelo marketplace, como o Mercado Livre. Saiba tudo para vender mais e melhor no Mercado Livre.

Divulgue

Como a propaganda é a alma do negócio, invista no marketing. Aposte no SEO, técnica de uso de palavras para ser encontrado nos buscadores (como o Google), e encontre as melhores palavras-chave para os seus anúncios.

Trocas e devoluções

Assim como todo o processo de embalar e enviar o produto fica por conta do fornecedor, as trocas e devoluções também. Caso tenha um problema, o comprador vai entrar em contato com o vendedor; este, por sua vez, entra em contato com o fornecedor para informar o que o cliente quer fazer. 

Todo o processo é invisível para o comprador, afinal ele comprou com a marca X e entende que ela deve resolver. Por isso, escolha muito bem o fornecedor.

Analise os resultados

De nada adianta seguir todos esses passos e não ter ideia do seu faturamento. Por isso, é primordial analisar a sua estratégia de vendas para identificar pontos a manter e o que pode ser melhorado, indo desde a escolha de novos produtos até a comunicação e entrega dos produtos.

Como conseguir fornecedor de dropshipping

Agora você deve estar pensando, é só jogar no Google que vou encontrar todos os fornecedores que preciso? Hoje em dia, quase tudo está ao alcance de um clique e isso também não é diferente aqui.

Porém, como qualquer transação comercial, ninguém está livre de empresas mal-intencionadas. Leia cada detalhe do contrato e, se possível, peça o auxílio de um advogado. 

Dentre os pontos a ter atenção, verifique:

  • Tempo de processamento do pedido
  • Picking
  • Packing
  • Serviço de entrega (transportadoras/Correios)

Além disso, verifique a possibilidade de fazer um teste com o fornecedor. Selecione alguns pedidos e acompanhe como será o desfecho de cada envio. 

Agora é com você! Pense e repense se essa modalidade vale a pena para o seu negócio e boas vendas.

Real Trends

Teste a Real Trends por 30 dias grátis

E aumente suas vendas no Mercado Livre

4Comentários

  • Francisca Alves
    12/10/2021

    Eu fiquei interessada em saber como funciona vendas sem estoque, e como funciona?.

  • .Monica
    31/08/2021

    Amei,manda mais como esses conteúdos.

Deixe seu comentário